519

Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?

tipos-de-proteses-de-silicone

Turbinar os seios virou moda. O problema é que extrapolar no tamanho da prótese pode trazer prejuízos às siliconadas, como estrias, flacidez e aparência artificial. E como saber qual é o tamanho ideal? O cirurgião plástico Ruben Penteado, diretor do Centro de Medicina Integrada, dá as dicas.

É determinado com a ajuda de um médico seguindo três detalhes: desejo pessoal, possibilidade técnica e bom senso. Por exemplo, por mais que a paciente queira ostentar um decote para lá de generoso, quanto menor é sua mama mais distante está desse sonho.

“A pele da região limita o tamanho da prótese. Se tem pouco espaço e tenta criar mais, há a chance de a prótese entrar de forma errada, com dobras, e ficar artificial. A pele não suporta estiramento tão grande e rápido e o resultado são estrias, dores. Para ter problemas na coluna, o volume tem de ser muito grande.” Também é importante levar em consideração a altura. As baixas com muito seio podem parecer gordinhas, segundo o médico. Já as altas contam com a possibilidade de próteses maiores, mas quando houver a quantidade necessária de pele no local.

O bom senso está relacionado em ter em mente a harmonia do corpo e a consciência de que o que gosta hoje pode não lhe agradar anos depois. E se o modismo das próximas décadas for seios bem pequenos? Ou terá de ficar de fora da tendência ou acabará se submetendo a cicatrizes mais visíveis por conta da plástica para reestruturar a mama.

“Quando o volume é menor, dependendo da idade da paciente e da qualidade da sua pele, pode retirar a prótese e volta ao normal.” Melhor pensar bem, não?

Tipos de Perfil da Protese de Silicone

perfil baixo Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?Baixo: esses tipos de proteses de silicone possuem uma base mais larga e são mais baixas, sendo portanto mais indicadas quando se deseja uma maior projeção do colo mamário e pouca projeção para frente. São pouco utilizadas na prática.

perfil alto Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?Alto: essas proteses de silicone possuem uma base menor e são mais altas, sendo portanto melhor indicadas quando se deseja maior projeção dos seios para frente sem tanta necessidade de preenchimento do colo mamário. As proteses de silicone de perfil alto são as mais requisitadas pela maioria das pacientes.

Duas próteses de silicone podem ter o mesmo tamanho (volume) mas podem ter perfis diferentes, portanto quando se diz:

“Dr., minha amiga colocou tal tamanho de protese de silicone na mama e eu adorei”, é importante que a paciente saiba também qual foi o perfil da protese de mama utilizada e qual a marca da protese de silicone, pois existe uma diferença significativa entre uma prótese de silicone de 300 ml de perfil baixo para uma prótese de silicone de 300ml de perfil alto, assim como existem diferenças de dimensões entre uma marca e outra de protese de silicone. Para que você tenha uma noção melhor, basta imaginar uma lata de atum e uma lata de cerveja . Ambas possuem 300ml, porem uma é mais alta e estreita enquanto a outra é mais baixa e larga.”

perfil alto e baixo diferença Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?diferença entre prótese de silicone de perfil baixo e alto

perfil anatomico Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?perfil anatômico: essas proteses de silicone têm um perfil “em gota” e são indicadas para aquelas pacientes que têm mamas com formas e contornos estéticos e se deseja um aumento proporcional das mesmas. Possui projeção frontal menor que as proteses de silicone de perfil alto.

Cirurgia
A prótese é colocada por meio de um corte na aréola, na axila ou no sulco mamário. Segundo Penteado, as cicatrizes são praticamente imperceptíveis. Depois da cirurgia, é importante não levantar os braços acima dos ombros e nem pegar peso por 15 dias. Os hematomas costumam sumir dentro desse período.

Vale ressaltar que o silicone não é definitivo. Trocas são necessárias e o intervalo entre elas depende da reação de cada organismo. Pode ser de cinco, dez, 15 ou mais anos. Os indícios mais comuns de que chegou o momento de uma nova plástica são endurecimento progressivo e incômodo. “Toda mulher com prótese tem de fazer acompanhamento com um médico uma vez por ano, seja com um ginecologista ou cirurgião plástico.”

Essa opção para conquistar os seios que almeja não é indicada para pessoas com doenças crônicas ou agudas graves sem controle, como diabetes e pressão alta, sem condição psicológica de entender as conseqüências de uma cirurgia e com caso de rejeição ao material.

Mesmo quem opta por implantes adequados ao seu corpo tem chances de apresentar alguns dos inconvenientes listados para as exageradas, mas é menos comum.

Endurecimento das mamas siliconadas pode ser sinal de contratura capsular

Edirlane Mariotto, de 50 anos, colocou silicone nos seios em 2003 e, cinco anos depois, notou que as mamas estavam um pouco caídas. “Em uma delas, sentia um leve degrauzinho na parte mais alta do seio.”

Exames de rotina e complementares detectaram extravasamento da prótese em dois pontos da mama esquerda.

O cirurgião plástico indicou a sua troca e diagnosticou uma contratura capsular, problema que acontece com certa frequência e não tem como ser evitado, porque depende de como cada organismo age.

De acordo com o cirurgião plástico Marcelo Assis, o corpo forma em volta do silicone uma cápsula para se proteger. A contratura ocorre quando essa cápsula fica tão densa a ponto de, ao apertar, causar dor, deslocar, romper e endurecer os seios.

“Antigamente, a prótese era de superfície lisa e tinha complicações em cerca de 50% dos casos. Hoje, ocorre em 13% de quem aposta na texturizada e, em 1%, na de poliuretano.”

No grau dois (mama pouco endurecida e sem dor) e no três (mama endurecida e dor), o médico pode indicar o uso de medicamentos. Mas, normalmente, o quadro evolui para o nível quatro (mama endurecida, dor, dobras na pele e deslocamento da prótese) após algum tempo, quando a troca de prótese é indispensável.

Quem turbinou os seios deve fazer ultrassom a cada seis meses, segundo Assis, além do acompanhamento normal com um ginecologista e do autoexame.


FONTE: Beleza Terra

Fundadora do MagraEmergente.com, ex-obesa mórbida, tendo emagrecido mais de 85kg após cirurgia de redução de estômago e futura nutricionista.

519 Comentários para “Como escolher o tamanho certo da prótese de silicone?”
  1. giima maria comentou:
    • Paula comentou:
    • Aline JM comentou:
  2. samara dias comentou:
    • Fabiana lourdes nunes comentou:
  3. lyvia comentou:
  4. juliana comentou:
  5. Vanda Pereira comentou:
  6. Tatiana Viana comentou:
    • Gabriela Martins comentou:
  7. Ladonna ModaIntima comentou:
  8. ladonna comentou:
  9. Juliana Spanholi comentou:
  10. isabel comentou:
  11. isabel comentou:
    • malena estelita comentou:
  12. Maria Jose comentou:
  13. Simone Ferreira da Silva comentou:
    • Rosi comentou:
  14. Cissa Cruz comentou:
  15. Nilva Santana comentou:
  16. Tábata comentou:
  17. Gi comentou:
  18. Renata Costa comentou:
  19. simone comentou:
  20. simone comentou:
  21. nice comentou:
    • tatiele comentou:
      • Fabi comentou:
  22. Maria comentou:
  23. daniela comentou:
  24. Monica Romagnoli comentou:
  25. Paula comentou:
  26. clara comentou:
  27. Thalita comentou:
  28. Garcia Ferreira da Silva comentou:
  29. Gisele Campos comentou:
  30. Carla comentou:
  31. Ana Carolina Rossi comentou:
  32. Bruna comentou:
  33. Bruna comentou:
  34. Élida comentou:
  35. Day comentou:
  36. Ivana comentou:
  37. Gracione comentou:
  38. marcia comentou:
  39. ariane ignacio comentou:
  40. Dani comentou:
  41. Claudia comentou:

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *