20

Qual panela é melhor para a nossa saúde?

Qual-panela-é-melhor-para-a-nossa-saúde

Levante a primeira tampa quem nunca se irritou na hora de lavar aquela leiteira em que o leite fervido “grudou” ou de tirar o queimadinho da carne do fundo da assadeira. Mas, se sua preocupação limita-se aos resíduos de comida que atrapalham a limpeza da louça, é melhor rever seus conceitos sobre esses utensílios.

Afinal, os resíduos que mais deveriam chamar sua atenção são aqueles que desprendem do material usado na fabricação das panelas e podem ser transferidos aos alimentos durante o preparo – indo, literalmente, direto da panela para o prato.

Alguns são benéficos ao organismo, como ferro, cálcio e manganês. Mas, outros são metais tóxicos, como chumbo e níquel. Cozinhar em uma boa panela, portanto, é o primeiro passo para uma refeição alinhada com sua saúde, dizem os especialistas.

O complicado fica por conta do segundo passo: definir de que material ela deve ser feita para ser saudável: cobre, alumínio, aço inoxidável, vidro, barro, pedra-sabão, esmaltada ou com película antiaderente?

Quando for escolher, a dica geral é verificar para quem se vai cozinhar e qual alimento será colocado dentro da panela para se aproveitar o melhor que cada tipo oferece.

“É importante ter disponíveis panelas de materiais variados, porque isso amplia as possibilidades gastronômicas e nutricionais”, diz a nutricionista Késia Diego Quintaes, doutora em Alimentos e Nutrição pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), diretora do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Heliópolis, em São Paulo, e autora do livro Por Dentro das Panelas, da Editora Varela, lançado em 2005.

panela esmaltada Qual panela é melhor para a nossa saúde?

ESMALTADA

Também conhecidas como panelas de ágata, elas são feitas de ferro ou alumínio e revestidas de esmalte.
VANTAGENS: sua camada esmaltada age como barreira contra a proliferação de bactérias que podem contaminar os alimentos.
DESVANTAGENS: é desaconselhável o uso de utensílios fabricados antes de 1980: o esmalte usado na época pode conter elementos tóxicos como o chumbo, e os decalques na superfície interna, o cádmio, outro metal pesado. Seu uso já foi ligado à hipertensão, aterosclerose, disfunção pulmonar e infertilidade masculina.
DICA: para evitar o amarelamento do esmalte, pode-se passar álcool na superfície.

panela de pedra sabao Qual panela é melhor para a nossa saúde?

PEDRA SABÃO

Antiaderente natural, retém calor por muito tempo.
VANTAGENS: transfere aos alimentos, durante o uso, ferro, cálcio e manganês, metais benéficos ao organismo.
DESVANTAGENS: é pesada e não muito fácil de encontrar. É preciso ser curada antes do primeiro uso. Caso contrário, pode transferir quantidades indesejáveis de níquel aos alimentos. A cura é feita com óleo, azeite ou gordura e serve para impermeabilizar o material. Para fazê-la, unte a panela por dentro e por fora com óleo, azeite ou gordura. Em seguida, coloque água e deixe no forno médio (180ºC) por duas horas ou leve ao fogo e ferva por 40 minutos. Feito isso, espere a água e a panela esfriarem e repita a operação.
DICA: tenha cuidado redobrado na hora de limpar, pois podem se formar saliências na parte interna do recipiente durante o processo de cocção. Evite fazer frituras ou guardar alimentos dentro delas: durante esses processos pode haver migração de níquel para a refeição.

panela de vidro Qual panela é melhor para a nossa saúde?VIDRO

Essas panelas não transferem resíduo algum para a comida. Além de serem fáceis de limpar.
VANTAGENS: uma característica importante do vidro é a de evitar a aderência do alimento no fundo da panela, naturalmente. Alimentos com alto teor de água, bem como as frituras, são preferíveis para cocção neste tipo de material. Como não interfere na composição do que vai para a panela, pois não emite substância alguma, é possível reaproveitar o óleo da fritura por três ou quatro vezes.
DESVANTAGENS: são frágeis, podendo ser facilmente quebradas. Por esquentar rapidamente, pode acabar queimando o alimento.
DICA: para evitar que se formem manchas, não leve a panela de vidro vazia ao fogo.

panela de cobre Qual panela é melhor para a nossa saúde?

COBRE

O material tem o poder de acelerar o cozimento.
VANTAGENS: além de ser resistente à corrosão, a panela de cobre transmite o calor de forma rápida e homogênea.
DESVANTAGENS: o metal migra facilmente para qualquer alimento que entre em contato com ele. E consumido em pequenas quantidades, pode produzir náuseas, vômitos e diarréia. Já uma ingestão contínua pode provocar dores nas juntas, causar lesões renais e até cerebrais.
DICA: compre utensílios de cobre com o interior revestido com antiaderente (politetrafluoretileno), aço inoxidável ou titânio – que barram a transferência do cobre para os alimentos.

panela de ferro Qual panela é melhor para a nossa saúde?FERRO

Durante o cozimento, o metal é repassado para a comida.
VANTAGENS: seu uso regular foi relacionado com a prevenção e o tratamento da anemia muito antes de a ciência comprovar sua eficácia. Por outro lado, esse tipo de panelas também pode alterar algumas características dos alimentos, como a cor (tornando-os mais escuros) e o sabor (que pode melhorar ou piorar). A sugestão, portanto, é escolher o alimento cujas propriedades sensoriais sejam aprimoradas com a panela de ferro, como é o caso do arroz.
DESVANTAGENS: evite armazenar comida nela, sob pena de aumentar muito a concentração de ferro, levando a distúrbios gastrointestinais, como a diarréia.
DICA: panelas de ferro são pesadas e se mantêm quentes por muito tempo. Por isso, prefira as que têm cabo de madeira, mais fáceis de manusear, além de evitarem queimaduras nas mãos de quem está cozinhando. Para não enferrujar, seque-as na chama do fogão. Lave-as imediatamente após o uso.

panela anti aderente Qual panela é melhor para a nossa saúde?

ANTIADERENTE

Permite a redução da quantidade de óleo usada no preparo das refeições.
VANTAGENS: seu revestimento interno de politetrafluoretileno (PTFE) impede a transferência do material de base da panela, geralmente alumínio, para a comida.
DESVANTAGENS: mesmo sendo utilizado há décadas nas frigideiras e em outros utensílios de cozinha a fim de se evitar que os alimentos grudem, vale lembrar que esse material antiaderente já esteve sob suspeita – ainda não confirmada – de permitir a formação de compostos cancerígenos, especialmente durante o preparo de alimentos com alto teor protéico, como carnes, ovos e leite.
DICA: o revestimento PTFE é um plástico que pode se desprender com relativa facilidade, então o ideal é usar colheres de pau nessas panelas revestidas, evitando arranhá-las com talheres e esponjas de aço na hora da limpeza.

panela de inox Qual panela é melhor para a nossa saúde?

INOX

O aço inoxidável é composto por ferro, cromo e níquel.
VANTAGENS: seu material é durável e demora a esfriar, mas também a esquentar. Geralmente tem fundo triplo, termodifusor, permitindo que o calor da chama se espalhe uniformemente. Assim, o alimento cozinha por igual e não gruda no fundo da panela.
DESVANTAGENS: o níquel é tóxico ao organismo e freqüentemente associado a males como dermatites de contato, alergias, distúrbios renais e hepáticos, infertilidade, câncer pulmonar, estomatite, gengivite, cefaléias, insônia e náuseas. Esses utensílios devem ser evitados por pessoas alérgicas ou que tenham sensibilidade ao níquel.
DICA: no primeiro uso, ferva água, que será descartada, por três ou quatro vezes consecutivas, na panela nova, para ajudar a eliminar o níquel que ela libera nessa fase. Para evitar o aparecimento de manchas, é aconselhável enxugá-la imediatamente depois de lavada.

UTENSÍLIOS PARA GRANDES OCASIÕES

BARRO: esse material poroso favore a penetração de alimentos, facilitando a cultura de bactérias. Antes de usar pela primeira vez, a panela de barro deve ser curada com óleo para impermeabilizá-la. Há quem a deixe de molho em água fervente, em banho-maria, por 20 minutos. Técnica útil também para eliminar odores.
DICA: para evitar rachaduras, recomenda-se esperar a panela esfriar antes de lavá-la, o que deve ser feito sempre com esponja macia e detergente neutro.
CERÂMICA: as panelas de cerâmica com superfície marrom vitrificada devem ter selo de qualidade, garantindo a inexistência de compostos à base de chumbo. Seu excesso no organismo afeta o sistema nervoso central e pode levar a distúrbios de aprendizado e comportamento, cefaléias, vertigens e anemias.
DICA: as opções foscas e industrializadas são as mais seguras, por serem mais modernas. Cerâmicas artesanais ou decorativas, com mais de 20 anos, devem ser evitadas, uma vez que foram feitas em uma época em que não se conhecia o perigo da migração do chumbo das panelas para os alimentos.

CUIDADO

 

PANELAS DE ALUMÍNIO. Apesar da suspeita da relação do metal com o mal de Alzheimer, ninguém demonstrou ainda se sua presença no organismo dos pacientes seria uma causa ou conseqüência da doença. Mas sabe-se que a substância migra da panela para os alimentos, podendo desencadear diferentes processos metabólicos associados a doenças dos ossos, do sangue e neurológicas.

Para limpar a parte interna use uma esponja macia, em vez da de aço. “Quando o material é polido ou agredido com ácidos como o vinagre, a camada de óxido de alumínio, que dificulta a passagem do metal para a comida, é removida”, explica a nutricionista Késia Diego Quintaes, da Unicamp.

Fonte: Revista Viva Saúde/Edição 27
Foto: Símbolo Press

Fundadora do MagraEmergente.com, ex-obesa mórbida, tendo emagrecido mais de 85kg após cirurgia de redução de estômago.

20 Comentários para “Qual panela é melhor para a nossa saúde?”
  1. Alexandre Silva comentou:
  2. Ludmilla comentou:
  3. Laura Gomes comentou:
  4. Michelly comentou:
    • José Martins comentou:
  5. Francielly Lorena comentou:
  6. fernando comentou:
  7. gislene comentou:
  8. Lucia comentou:
  9. marcelo comentou:
  10. WANDYLMA comentou:
  11. Juarez comentou:
  12. Tânia comentou:
  13. Lisiane Marins comentou:
  14. Marianne Gentil comentou:
  15. gelci comentou:
  16. Ester Carvalho comentou:
  17. Lourdes Araujo comentou:
  18. Carla Lorena comentou:
  19. WIlson comentou:

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *